segunda-feira, 11 de maio de 2009

The End

- Os teus elogios deprimem-me.

A isto não há como dar a volta.

Por isso mesmo, rapei o cabelo, rebentei comigo na 6ª feira e renasci um homem novo, certo do que há a fazer.

Não adianta refilar. Ou se age ou se esquece. E eu já não tenho mais nada para agir.

Nunca tinha percebido o como ela era mimada, cruel, ingrata, vaidosa, vingativa e pouco habituada a não ter o que quer.
Tivesse eu sabido isso e teria-me privado de dar, porque pessoas assim nunca respeitam o que recebem, porque como estão habituadas a ter, não dão valor ao acto.

Enfim. Pelo menos conseguiu expressar-se de forma inequívoca.

1 comentário:

  1. Back to life, back to reality :)

    lot´s of love 4 u my friend

    ResponderEliminar